Dia 07 de janeiro comemora-se o Dia do Leitor. Essa data foi criada para homenagear, no Brasil, a inauguração do jornal cearence “O Povo”, fundado pelo poeta e jornalista Demócrito Rocha em 1928. Mas você conhece os conceitos por trás da leitura?

Quando lemos qualquer coisa, estamos colocando em prática o que aprendemos com o letramento. Ser letrado não quer dizer apenas entender e dominar um sistema de escrita alfabética. Muito mais que isso, é saber fazer o uso social da linguagem e poder nos comunicar, expressar, ou seja, viver em sociedade.

 

Infelizmente, sabemos que os analfabetos funcionais ainda são muitos. Ler um texto é diferente de saber interpretá-lo. É entendê-lo na sua mais profunda significação, extrapolar o conjunto das letras. Vale ressaltar a singela equação de produção textual:

TEXTO = DITO + NÃO DITO

As palavras, de fato, trazem muito mais do que o autor quis dizer e basta cada um de nós, os leitores, interpretarmos de acordo com nossa bagagem cultural, nossas referências, nossa visão de mundo.

pintura-idade-media-leitura

Sabemos, também, que a prática de leitura está fortemente ligada ao ato de escrever. A invenção da escrita, lá pelos meados de 5 mil anos atrás, revolucionou a forma de pensar do ser-humano. Antes o mundo era baseado da oralidade, mas o advento da escrita possibilitou uma estilo de raciocínio mais estruturado.

Ler foi por muito tempo privilégio de poucos. Apenas monarcas, escribas-sacerdotes, mercantes e uma restrita elite de pensadores, poetas e historiadores dominaram a escrita durante um longo período da história. A partir do surgimento da impressão, o mundo passou por várias reviravoltas que tornaram a leitura cada vez mais acessível.

A ação de ler também passou por diversas transformações. Na idade média, por exemplo, só se lia em voz alta. Posteriormente, a leitura foi resumida a um ato solitário e silencioso dentro das bibliotecas. Atualmente, a gente lê do jeito que queremos, seja na escola ou no trabalho, seja sentados no ônibus ou corcundas na cama e no sofá.

leitor-sofa

O ato de ler requer um trabalho do corpo inteiro! Não apenas dos olhos, das mãos, mas também da respiração, das nádegas, da coluna vertebral.

De qualquer forma, o saudável ato da leitura desperta nossa imaginação e faz acionar muitas sinapses dentro de nossos miolos. Então, que nesse dia feliz nosso corpo inteiro se desperte para esse maravilhoso ato.

Feliz Dia do Leitor!

 

 

 

Imagem do topo: Freepik


Bruno Rodrigues

nasceu em Belém do Pará em 1989. É formado em publicidade (UFPA) e mestre em Design de Hipermídia (UFSC). Quando criança, leu muitas HQs e sonhava em ser desenhista. Aos 15 anos resolveu ser escritor. Em 2010 auto publicou seu primeiro romance da série Barbolandia. Fundou a Editora Barbohouse com intuito de publicar histórias de autores estreantes. Trabalha para tornar os livros digitais mais populares e que gerem impacto positivo na vida das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *